Seleção de bolsista de pós-doutorado

Embrapa Amazônia Oriental & Rede Amazônia Sustentável

Título do projeto: SYNERGIZE – SYNthesising Ecological Responses to deGradation In amaZonian Environments

Área de atuação: Ecology, Data Science, Big Data Analytics, Deep Learning.

Quantidade de vagas: 1

Coordenação do projeto: Joice Ferreira (Embrapa) e Jos Barlow (Uni. Lancaster, UK)

Unidade/Instituição: Embrapa Amazônia Oriental

Data limite para inscrições: 26/01/2020

Publicado em: 06/01/2020

Localização: Tv. Dr. Enéas Pinheiro – Marco, Belém – PA, 66095-903, Brasil

E-mail para inscrições: redeamazoniasustentavel@gmail.com

Networking: 

  1. Interno (Embrapa Amazônia Oriental): Pesquisadores/as permanentes e de pós-doutorado, estudantes de graduação e pós-graduação, equipe técnica e administrativa da Embrapa Amazônia Oriental e equipe envolvida nos projetos da RAS.
  2. Externos: Outros/as pesquisadores/as do projeto SYNERGIZE, baseados em instituições nacionais e internacionais, bem como membros da Rede Amazônia Sustentável, em particular aqueles listados ao final deste documento.

 

Resumo

O grupo de pesquisa proponente do projeto “SYNERGIZE – SYNthesising Ecological Responses to deGradation In amaZonian Environments” (Processo #442354/2019-3) financiado através do CNPq/MCTIC (chamada nº 17/2019 – Síntese em Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos – SinBiose), está com uma posição aberta de pós-doutorado com duração de até dois anos. O projeto em questão é parte do consórcio Rede Amazônia Sustentável (RAS) e parceiros (RAS-SYNERGIZE), co-coordenado pela Embrapa Amazônia Oriental, Brasil –https://www.rasnetwork.org/en/intro-eng/.

 

O/A pós-doutorando/a deverá residir em Belém, Pará. Finalizando o processo de seleção e divulgação dos resultados, o/a bolsista selecionado/a deverá iniciar imediatamente suas atividades por um período inicial de um ano, que poderá ser renovado por mais 12 meses, dependendo do desempenho. O/A pesquisador/a será parte do grupo de pesquisa do projeto SYNERGIZE, interagindo também com membros de outros projetos da RAS para desenvolver as diferentes atividades descritas abaixo:

 

 Responsabilidades:

  • Co-liderar o gerenciamento e análise de dados
  • Realizar gestão dos dados: coordenar a integração das bases de dados a partir de diferentes fontes; co-coordenar o manejo e incorporação dos dados em repositórios estabelecidos pelas instituições e pesquisadores/as envolvidos/as no projeto, incluindo a organização dos metadados e orientações para acesso e uso.
  • Auxiliar na supervisão da equipe técnica e co-orientação de estudantes de pós-graduação participando do projeto.
  • Auxiliar na organização das atividades previstas no projeto SYNERGIZE, incluindo, reuniões presenciais e não-presenciais das equipes e workshops de aprendizagem que serão realizados ao longo da execução do projeto, e seminário para integração ‘Ciência-Sociedade’ a ser realizado no final do projeto.
  • Auxiliar na preparação dos relatórios de progresso parcial e final do projeto, a serem submetidos ao CNPq em acordo com o termo de aceitação de apoio financeiro. 
  • Desenvolver e liderar (conforme apropriado) artigos de alta qualidade e relatório temático,  focados na vulnerabilidade dos ecossistemas amazônicos aos distúrbios antrópicos e climáticos.
  • Compartilhar os resultados da pesquisa através de artigos em periódicos científicos e apresentações em conferências acadêmicas.

 

Habilidades essenciais:

  • Graduação em Ciências Biológicas ou áreas afins e Doutorado nas áreas de ecologia, botânica, estatística, ciências da computação ou áreas relacionadas, como engenharia da computação, tecnologia da informação e ciências ambientais; 
  • Treinamento ou histórico de pesquisa acadêmica em gestão e análise de grandes bases de dados, preferencialmente com dados de vegetação e focadas em questões ambientais – demonstrado através da publicação de artigos científicos em revistas nacionais e/ou internacionais.
  • Experiência prévia com programação (por ex. Software R e Python) e análises de dados espaciais (por ex. ArcGIS).
  • Experiência prévia no desenvolvimento de pesquisas de forma independente e em conjunto com outros acadêmicos (por ex. estudantes de graduação e pós-graduação, técnicos e pesquisadores).
  • Proficiência em inglês escrito e falado.
  • Capacidade demonstrada de trabalhar em equipe e de contribuir de forma autônoma (conforme apropriado) para projetos de pesquisa.
  • Habilidade em comunicação e boas relações interpessoais.

 

Habilidades desejáveis:

  • Conhecimento sobre os ecossistemas, biodiversidade, fauna e flora da Amazônia, em particular ambientes florestais, rios e igarapés.

 

Documentos necessários

Para serem considerados inscritos, os/as candidatos/as precisarão enviar uma carta de apresentação que descreva os interesses de pesquisa e por que está interessado nesta posição; currículo Lattes; transcrições não oficiais/oficiais da formação de doutorado; uma carta de referência/recomendação profissional; e uma lista de três referências profissionais (nome, título, endereço de email e número de telefone de contato). As inscrições deverão ser enviadas através de um arquivo único no formato de PDF para o e-mail: redeamazoniasustentavel@gmail.com apresentando “Aplicação pós-doutorado – Projeto SYNERGIZE” como assunto da mensagem. Após a análise dos documentos enviados, convidaremos os/as candidatos/as selecionados/as para uma entrevista por videoconferência.

 

As inscrições serão encerradas em 26 de janeiro de 2020. Dúvidas ou perguntas podem ser direcionadas para a pesquisadora Joice Ferreira, através dos de joice.ferreira@embrapa.br/ redeamazoniasustentavel@gmail.com

 

A vaga está aberta a brasileiros e estrangeiros. O/A selecionado/a receberá Bolsa de Pós-Doutorado Júnior (PDJ) da CAPES no valor de R$ 4.100,00 mensais. A taxa de bancada no valor de R$400 mensais estará disponível para atender despesas diretamente relacionadas às atividades de pesquisa e do projeto SYNERGIZE. Havendo a renovação da bolsa para o segundo ano (mediante o desempenho do/a pós-doutorando/a), a bolsa poderá ser alterada para a modalidade Pós-Doutorado Sênior (PDS) da CAPES no valor de R$4.400,00, caso a experiência do candidato atenda as normas do CNPq referentes a essa modalidade.

 

A Embrapa Amazônia Oriental é uma das 41 unidades descentralizadas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Localizada na cidade de Belém, Estado do Pará, a Embrapa Amazônia Oriental representa o pioneirismo dos 80 anos de pesquisa agropecuária e ambiental na Amazônia, completados em 2019. Atualmente, a Embrapa Amazônia Oriental é um importante centro de pesquisa ecorregional para a Amazônia. Belém, uma vibrante metrópole da região Norte, está entre as cidades mais populosas da Amazônia, com inúmeras instituições culturais e uma rica tradição construída ao longo dos seus 400 anos de história. 

 

Networking: 

Pesquisadores/as do projeto SYNERGIZE, baseados em instituições nacionais e internacionais 

  • Alex Lees (Manchester Metropolitan University),
  • Cecília G. Leal (ESALQ-USP),
  • Eduardo Venticinque (Universidade Federal do Rio Grande do Norte),
  • Erika Berenguer (University of Oxford/Lancaster University),
  • Fabrício Beggiato Baccaro (Universidade Federal do Amazonas),
  • Fernando Augusto Schmidt (Universidade Federal do Acre),
  • Fernando Z. Vaz-de-Mello (Universidade Federal de Mato Grosso),
  • Filipe M. França (Lancaster University),
  • Flávia Costa (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia),
  • Hans ter Steege (Naturalis Biodiversity Centre),
  • Ima Vieira (Museu Paraense Emílio Goeldi),
  • Jansen Zuanon (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia),
  • Jos Barlow (Lancaster University/Universidade Federal de Lavras),
  • Juliana Schietti de Almeida (Universidade Federal do Amazonas),
  • Leandro Castello (Virginia Tech),
  • Leandro Juen (Universidade Federal do Pará),
  • Luiz Aragão (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais),
  • Oliver L. Phillips (University of Leeds), e
  • Prof. Victoria Isaac (Universidade Federal do Pará).

 

Sobre o Projeto Synergize:

O projeto SYNERGIZE integrará conhecimentos sobre a biodiversidade e os processos ecossistêmicos em florestas e ambientes aquáticos de água doce. A equipe sintetizará os conhecimentos existentes na área e produzirá artigos em revistas de alto impacto e relatórios de síntese, além de outros produtos para informar a tomada de decisão e aumentar a conscientização da sociedade sobre os problemas ambientais emergentes enfrentados pelos ecossistemas da Amazônia.